Desenvolvimento da linguagem e sucesso escolar

O bom desenvolvimento da linguagem leva ao bem-estar e sucesso escolar da criança

Crianças capazes de se expressarem bem através da linguagem falada têm mais sucesso escolar pois:

  • tem mais sucesso no aprendizado da leitura
  • adquire mais facilmente outras habilidades acadêmicas pois compreende melhor as instruções
  • participam mais ativamente das atividades escolares que necessitem da linguagem
  • têm maior probabilidade de serem socialmente bem integradas

Desta forma, o desenvolvimento da linguagem e sucesso escolar estão diretamente ligados.

Existem duas técnicas bastante eficazes para apoiar o desenvolvimento da linguagem,  são elas:

  • Interação responsiva
  • Ambiente estimulador

Interação responsiva

Objetivo dessa técnica é  melhorar a qualidade das interações entre adultos e crianças
As interações comunicativas responsivas abrangem :

A modelagem da linguagem

Você vai levar a criança pra tomar sorve, ao invés de perguntar “tá gostoso” diga “Filha,  como está o sorvete?”

Provavelmente ela vai responder “gostoso”

Ai você vai modelar a linguagem dela ajudando a expandir a construção frasal   dizendo “ como? Eu não entendi direito. Você disse que o sorvete está gostoso?”

Nesse momento pode ser que a criança responda “Sim mamãe, o sorvete está gostoso.” Uma frase completa.

A reformulação da linguagem

Você vai repetir o que a criança disse sem repetir o erro, mantendo o sentido do que a criança disse.

Isso vai servir pra criança comparar seu enunciado com o do adulto, facilitando a aquisição de novas estruturas gramaticais ou semânticas.

A ampliação das tentativas de comunicação de uma criança

Sempre que você perceber que a criança está tentando comunicar algo, seja através de gestos ou palavras soltas, ajude-a a verbalizar seus sentimentos e pensamentos de forma lógica e coerente.

Pergunte, sugira palavras, incentive-a a formar frases completas.

Converse com ela em todas as oportunidades possíveis.

Interaja com a criança de fora inteira e interessada.

Existem ainda alguns componentes da interação responsiva que devem ser levados em conta:

  • A eventual capacidade de responder de forma verbal ou não verbal às tentativas de comunicação de uma criança
  • O uso sistemático de expansões , com a modelagem de enunciados linguisticamente sofisticados, baseados em algo que foi dito pela criança
  • A narração dos próprios atos, ou seja, o adulto descrevendo o que está fazendo naquele momento
  • A conversa paralela, ou seja, o adulto explicando o que a criança está fazendo
  • O ato de acompanhar a conversa da criança, o que inclui dar continuidade ao assunto.
  • Por fim, o que não é legal de fazer:
  • Imitação provocada
  • Comando e perguntas do tipo teste

Fonte

Essas informações foram extraídas do e-book “EDUCAÇÃO INFANTIL: EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS E MELHORES PRÁTICAS” , Capítulo II “O que seria um programa eficaz de assistência e de educação para crianças na primeira infância”  de Kaspar Burger.

Este e-book faz parte da Coleção IAB de Seminários Internacionais, organizado pelo Professor João Batista Araujo e Oliveira, e está disponível gratuitamente no site o Instituto Alfaebeto. 

 

Em outro post continuarei falando sobre desenvolvimento da linguagem. Acesse: Mais sobre desenvolvimento da linguagem

Deixe uma resposta

Search

+