Consciência fonêmica na alfabetização

Desenvolver a consciência fonêmica é fundamental

Há muitos anos tem se discutido a relevância da consciência fonêmica no processo de alfabetização.

Em 1997, o National Reading Panel ( Comitê Nacional de Leitura) americano, composto por especialistas em educação e áreas afins,  elaborou um relatório que concluiu o seguinte:

O ensino direto, explícito e sistemático da consciência fonêmica (relação som-símbolo) é fundamental no processo de alfabetização, devendo ser introduzido já na educação infantil.

Esse relatório influenciou a legislação dos EUA sobre educação a partir de então, que acolheu o ensino direto, explícito e sistemático da consciência fonêmica no processo de alfabetização em suas escolas, adotando com isso o método fônico de alfabetização.

Onde ficamos para trás

Diferente dos EUA, em todos os documentos norteadores do sistema de ensino brasileiro (abrangendo o sistema público e privado) há pouquíssima ou nenhuma menção ao desenvolvimento da consciência fonêmica como habilidade preditora de uma alfabetização bem sucedida.

Essa, bem como outras  escolhas que nossos governantes vêm tomando em relação à educação, colocou o desempenho em leitura dos brasileiros abaixo da média comparados aos estudantes de outros países membros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Veja no site do INEP o resultado do PISA 2015.

Encarando de frente o problema

Diante desse quadro de negligencia do Estado brasileiro resolvi não ficar de braços cruzados vendo meus filhos à deriva das descobertas científicas sobre educação.

 

 Tomei três atitudes:

  •   Estudei

Procurei saber o que as evidências científicas mais recentes consideravam as melhores práticas em educação. Pesquisei em artigos, livros e sites sobre o assunto.

  •   Me Capacitei

Participei de cursos de capacitação em alfabetização com foco no desenvolvimento da consciência fonológica;

  •  Apliquei

Sou praticante da educação domiciliar complementar. Faço, diariamente, com meus filhos atividades que estimulam o desenvolvimento das habilidades relacionadas ao desenvolvimento da consciência fonológica.

Como ficam nossos filhos

Se não agirmos, corremos o risco de vermos nosso filho enfrentando dificuldades no decorrer de sua vida escolar e até profissional, passado por um processo de alfabetização suficientemente eficaz  para lhes proporcionar autonomia em seu processo de aprendizado.

Um leitor deficiente terá seu desenvolvimento escolar prejudicado, pois somente leitores eficientes compreendem o que leem e consequentemente aprendem.

Afinal de contas, é preciso ler para aprender.

Vamos agir

  • Não entregue nas mãos do Estado brasileiro os rumos da educação de seu filho.
  • Não deixe que os documentos oficiais digam o que seu filho deve aprender.
  • Pratique educação domiciliar, ensine a ele aquilo que ele realmente precisa aprender para ter sucesso em todas as áreas da vida.

Venha comigo

Neste espaço vou compartilhar meus conhecimentos sobre alfabetização e consciência fonológica, bem como minhas experiências no ensino domiciliar.

Nossos filhos, crianças brasileiras, merecem estar a par do que há de melhor em educação.

Ensine seu filho em casa aquilo que a escola não está ensinando. Vamos formar uma rede de pais conscientes e responsáveis pela educação de seus filhos.

Para aprofundar seus conhecimentos acesse outros artigos no site http://alfafonico.com.br

Deixe seus comentários neste e em outros posts do blog para que possamos criar aqui um espaço democrático e respeitoso de diálogo sobre educação.

Inscreva-se em nossos canais nas redes sociais.

 

4 Comments

  1. É muito importante saber que podemos contar com instrumentos como o seu…
    Muito interessante.

    1. Obrigada Paula! É muito bom compartilhar conhecimento e saber que existem pessoas interessadas em aprender. Acredito que pequenas iniciativas podem provocar grandes mudanças. Abraço!

  2. Ola, Jaqueline
    Quero muitíssimo parabenizá-la por todo este empenho.
    Morei 20 anos na Inglaterra.
    Meus filhos foram alfabetizados lá.
    Inconcebível o Brasil não saber do que se trata esse método.
    Dei umas aulas de alfabetização recentemente para o meu jardineiro.
    Quando falei com minhas irmãs que são professora,sobre isso , elas não sabiam do que eu estava falando.
    Bom, vou passar o seu link para elas, e com certeza elas irão compartilhar com as colegas.
    Parabéns mais uma vez e muito sucesso!

    1. Olá Rosely! Muito obrigada pelo incentivo. Espero despertar o interesse de pais e professores empenhados, de fato, em obter bons resultados no processo de alfabetização de suas crianças. No Brasil as coisas boas devem partir de baixo para cima, não tem como ficar esperando o Estado. Precisamos agir se queremos um pais decente. Grande abraço!

Deixe uma resposta

Search

+